Lembrança para a vida

Mamães cariocas recebem carimbo da placenta
 
 
placenta1
 
"carimbo" da placenta como lemrança para as mamães e bebês
 
 
O nascimento de um filho geralmente é algo muito esperado e ansiado pelos pais, que fazem questão de registrar cada momento da chegada dessa nova vida. Levando isso em consideração, o Hospital Municipal Pedro II, no Rio de Janeiro, passou a fazer o registro da placenta dos bebês que nascem na unidade.

Logo após o parto e o corte do cordão umbilical, uma pessoa da equipe “carimba” o que nos últimos nove meses foi a conexão entre a gestante e seu bebê. Então são escritos os dados do recém-nascido (data, nome e medidas) para que a mãe leve como uma lembrança do que foi a “casa” de seu filho.
 
 
placeta2
 
Família posa com bebê e "carimbo" de sua placenta
 
 
“Essa prática do Print da placenta vem sendo implementada como um cuidado de enfermagem obstétrica, alinhado ao processo artístico, criativo de estabelecimento vínculo mãe/bebê/equipe. Tem como objetivo individualizar o atendimento, humanizar as práticas, dando espaço para legitimar as recordações do momento do nascimento”, afirma Luciana Carvalho, Coordenadora de Enfermagem.

Outra ação realizada pelo HMPII foi um espaço decorado com o tema para que as gestantes e puérperas pudessem fazer registros fotográficos e a disponibilização de panfletos informativos sobre o tema.
 
 
hmp2
 
 
Papais registram o momento em frente ao espaço decorado                  Mamãe de gêmeos dá o exemplo amamentando seus pequenos
 
 
“O Aleitamento Materno exclusivo é preconizado pelo Ministério da Saúde até os 06 meses de vida do bebê. Muito além do preconizado pelos manuais, é o momento oportuno que os profissionais de saúde empoderam as mulheres aos cuidados com seus bebês, dando autonomia e encorajamento à prática do aleitamento, mostrando custo/benefício e verificando possíveis fragilidades para apoio”, pontua Luciana.

O Hospital Municipal Pedro II é uma unidade da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro gerenciada em parceria com a SPDM/PAIS, organização social de saúde.