Autismo: mais conhecimento, menos preconceitos

CAPS Infantojuvenil Sapopemba promove evento para pais e filhos.

imgAutismo1
Profissionais e usuários durante caminhada

O autismo é um distúrbio no desenvolvimento causado por condições genéticas e ambientais, e é mais comum do que se imagina. Dados atuais da Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que cerca de 1% da população mundial, ou 1 em cada 68 crianças, apresenta alguma característica do transtorno do espectro autista.

Nem sempre é fácil perceber os sintomas; há casos em que os pais passam anos sem saber o diagnóstico do filho. Dificuldade significativa na comunicação e na interação social, comportamentos repetitivos e incômodo extremo quando estes são interrompidos são alguns dos sinais que podem indicar o transtorno.

No CAPS Infantojuvenil Sapopemba, são atendidos cerca de 50 crianças e adolescentes autistas, e cabe ao serviço estender o acolhimento aos pais, esclarecendo dúvidas e orientando sobre como lidar com a condição dos pequenos.

No mês em que acontece o Dia Mundial de Conscientização do Autismo (2 de abril), a unidade realizou uma programação voltada para o tema, iniciando com uma caminhada pelo entorno, seguida de uma sessão de dança circular. A atividade é realizada em roda, de maneira que todos os participantes possam manter contato visual, promovendo um momento de integração e socialização entre pais, filhos e profissionais. 

imgAutismo2Decoração do evento contou com a exposição de frases citadas por pais de crianças atendidas pelo CAPS

A palestra Entendendo o Autismo: o que Mais Posso Aprender? também fez parte da programação, tendo sido ministrada pela Dra. Rosane Lowenthal, integrante do Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental (CAISM). A explanação contou com a divulgação de informações importantes, como manejo, tratamento, diagnóstico, dinâmica familiar, aceitação, regras e limites e percepções sensoriais.

Outro assunto que esteve em pauta no evento foi o desafio e as dificuldades encontradas para a inclusão das crianças na vida escolar. Por meio de um momento de conversa com o tema Meu Filho na Escola – o que É Melhor para Ele? Inclusão Escolar x Educação Especial, Regina Leôncio, responsável pelo Núcleo de Educação Especial da região leste, orientou e esclareceu dúvidas dos presentes sobre essa fase tão especial e desafiadora.

O CAPS Infantojuvenil Sapopemba é uma unidade da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo gerenciada em parceria com a SPDM/PAIS, organização social de saúde. Para ser inserido no serviço, não é necessário encaminhamento, e o atendimento é gratuito

Serviço
CAPS InfantoJuvenil Sapopemba
Rua Davis de Melo Lopes, 86
Tel.: 2702-5899